quinta-feira, 27 de setembro de 2012

O que é Bioética?

Bioética é o estudo transdisciplinar entre biologia, medicina e filosofia (dessa, especialmente as disciplina da ética, da moral e da metafísica), que investiga todas as condições necessárias para uma administração responsável da vida humana (em geral) e da pessoa (em particular). Considera, portanto, a responsabilidade moral de cientistas em suas pesquisas, bem como de suas aplicações. São temas dessa área, questões delicadas como a fertilização in vitro, o aborto, a clonagem, a eutanásia, e os transgênicos.

12 comentários:

  1. Verifico que o blog está em construção, podemos abordar mais temas!

    ResponderExcluir
  2. A Bioética é uma ética aplicada, chamada também de “ética prática”, que visa “dar conta” dos conflitos e controvérsias morais implicados pelas práticas no âmbito das Ciências da Vida e da Saúde do ponto de vista de algum sistema de valores (chamado também de “ética”). Como tal, ela se distingue da mera ética teórica, mais preocupada com a forma e a “cogência” (cogency) dos conceitos e dos argumentos éticos, pois, embora não possa abrir mão das questões propriamente formais (tradicionalmente estudadas pela metaética), está instada a resolver os conflitos éticos concretos.

    ResponderExcluir
  3. Olá pessoal estou esperando a participação de todos!

    ResponderExcluir
  4. A Bioética é um conjunto de pesquisas, discursos e práticas, normalmente multidisciplinares, cuja finalidade é esclarecer e resolver questões éticas suscitadas pelos avanços e pela aplicação da medicina e da biologia.
    A bioética, portanto, tem forte ligação com a filosofia (pois discute as questões éticas) e considera a responsabilidade moral dos cientistas em suas pesquisas e práticas.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Definição de Bioética: "União dos valores éticos e os fatos biológicos para a sobrevivência do ecossistema todo: a bioética tem a tarefa de ensinar como usar o conhecimento em âmbito científico- biológico."
    Estuda sistemático da conduta humana no âmbito das ciências da vida e da saúde considerada à luz de valores e de princípios morais. Ela tem procurado orientar não só os cientistas dedicados a experiências genéticas como também a opinião pública e os legisladores em geral. Aos cientistas alerta-os para os limites da sua investigação, à opinião pública para esclarecê-la e aos legisladores para que façam as leis seguindo princípios éticos aceitáveis.Ela relata diversas coisas de interesse da população,informando e deixando explicado quem a lê.

    ResponderExcluir
  7. Bioética é o estudo transdisciplinar entre Ciências Biológicas, Ciências da Saúde, Filosofia (Ética) e Direito (Biodireito) que investiga as condições necessárias para uma administração responsável da Vida Humana, animal e responsabilidade ambiental. Considera, portanto, questões onde não existe consenso moral como a fertilização in vitro, o aborto, a clonagem, a eutanásia, os transgênicos e as pesquisas com células tronco, bem como a responsabilidade moral de cientistas em suas pesquisas e suas aplicações.

    ResponderExcluir
  8. Definição de Bioética: União dos valores éticos e os fatos biológicos para a sobrevivência do ecossistema todo: a bioética tem a tarefa de ensinar como usar o conhecimento em âmbito científico- biológico.

    Estudo sistemático da conduta humana no âmbito das ciências da vida e da saúde considerada à luz de valores e de princípios morais.

    PRINCÍPIOS BÁSICOS PARA PESQUISA ENVOLVENDO O USO DE ANIMAIS

    Para o uso de experimentação animal deve-se considerar sua relevância para a saúde humana e animal e para o avanço do conhecimento científico.
    Para uma experiência deve-se selecionar os animais de espécie e quantidade apropriadas, com boas condições de saúde. Sempre que possível, devem ser utilizados estatística de pequenos números, experiência com auto- controle uso mais eficiente de anestésicos.

    ResponderExcluir
  9. Bioética : Conjunto dos problemas postos pela responsabilidade moral dos médicos e dos biólogos em suas pesquisas e nas aplicações destas.
    O termo "Bioética" foi criado pelo pastor evangélico alemão Fritz Jahr (1895-1953) em 1927 numa publicação intitulada Bio-Ethik. Eine Umschau über die ethischen Beziehungen des Menschen zu Tier und Pflanze (Do alemão; Bioética: Uma análise das relações dos homens, animais e vegetais.
    Bioética é um neologismo construído a partir das palavras gregas bios (vida) + ethos (relativo à ética). Segundo Diniz & Guilhem "…por ser a bioética um campo disciplinar compromissado com o conflito moral na área da saúde e da doença dos seres humanos e dos animais não-humanos, seus temas dizem respeito a situações de vida que nunca deixaram de estar em pauta na história da humanidade…"

    ResponderExcluir
  10. Bioética (grego: bios, vida + ethos, relativo à ética) é o estudo transdisciplinar entre Ciências Biológicas, Ciências da Saúde, Filosofia (Ética) e Direito (Biodireito) que investiga as condições necessárias para uma administração responsável da Vida Humana, animal e responsabilidade ambiental. Considera, portanto, questões onde não existe consenso moral como a fertilização in vitro, o aborto, a clonagem, a eutanásia, os transgênicos e as pesquisas com células tronco, bem como a responsabilidade moral de cientistas em suas pesquisas e suas aplicações.
    foi criado pelo pastor evangélico alemão Fritz Jahr (1895-1953) em 1927 numa publicação intitulada Bio-Ethik. Eine Umschau über die ethischen Beziehungen des Menschen zu Tier und Pflanze (Do alemão; Bioética: Uma análise das relações dos homens, animais e vegetais.).[1][2] Na década de 1970 o termo é relacionado com o objetivo de deslocar a discussão acerca dos novos problemas impostos pelo desenvolvimento tecnológico, de um viés mais tecnicista para um caminho mais pautado pelo humanismo, superando a dicotomia entre os fatos explicáveis pela ciência e os valores estudáveis pela ética. A biossegurança, a biotecnologia e a intervenção genética em seres humanos, além das velhas controvérsias morais como aborto e eutanásia, requisitavam novas abordagens e respostas ousadas da parte de uma ciência transdisciplinar e dinâmica por definição.
    Bioética é um neologismo construído a partir das palavras gregas bios (vida) + ethos (relativo à ética). Segundo Diniz & Guilhem, "…por ser a bioética um campo disciplinar compromissado com o conflito moral na área da saúde e da doença dos seres humanos e dos animais não-humanos, seus temas dizem respeito a situações de vida que nunca deixaram de estar em pauta na história da

    ResponderExcluir
  11. A bioética é uma pratica de ética em prol de resolver problemas sociais relacionados em questão a saúde como respeitar o direito que todos temos, direito a vida, a bioética tem como função não desprivilegiar nenhum indivíduo em beneficio de outro e também, cuidar para que interesses em comum sejam acatados, como exemplo casos de hospitais públicos,
    que devem, sempre independentemente de raça, classe social, etc. Deixar de prestar benefícios, que a pessoa conseguiu, com seria o caso de um transplante de córnea, você sendo um profissional da saúde, e tem um parente que se encontra na fila de espera, e um outro em 1º lugar, que seria receptor do benefício, seria justo que eu passasse alguém na frente mesmo que meu parente, sendo que aquela pessoa também esperou muito pelo transplante? A bioética tem muito mais a ver com o caráter de cada um, são situações como essas que nos põe, em contradição...

    ResponderExcluir
  12. Bioética é o estudo sistemático das dimensões morais, incluindo visão moral, decisões, conduta e políticas das ciências da vida e atenção à saúde, utilizando uma variedade de metodologias éticas em um cenário interdisciplinar.

    ResponderExcluir